null Sostenibilidad-casosPracticos-presasRibeiradio

Proteção da envolvente ambiental e social nas barragens de Ribeiradio e Ermida

Descrição da atuação social e ambiental.

Necessidades detetadas:

As obras encontram-se numa área natural, classificada como RAN, de 409.000 m2 e numa área natural, classificada como REN, de 3.256.400 m2. Sua execução afeta uma área de 661.000 m2 de Domínio Público Hidráulico e 20.000 m de extensão do rio Vouga.

As barragens de Ribeiradio e de Ermida, em conjunto com os respetivos acessos, constituem uma obra de grande impacto na comunidade, pelo que na sua execução se implementaram uma série de medidas com a finalidade de minimizar e monitorizar regularmente o impacto ambiental durante a fase de construção.

Soluções adotadas:

Algumas das medidas aplicadas ao largo da execução do projeto são:

  • Programa de monitorização da qualidade ecológica da agua, levando a cabo periodicamente caracterizações físico-químicas, hidromorfológicas e biológicas.
  • Programa de seguimento da fauna terrestre (mamíferos, repteis e anfíbios), assim como de ictiofauna (planos de agua, espécies de agua doce, migratórios anádromos, enguia-europeia, adequação do fluxo ecológico, etc.)
  • Programa de monitorização socioeconómica, levando a cabo um seguimento das expropriações, a qualidade do ar e o impacto acústico.
  • Estudo e registo gráfico dos elementos do património arqueológico.
  • Sistema de tratamento de águas residuais.
  • Transplante de espécies vegetais.
  • Gestão adequada de resíduos perigosos.
  • Reutilização de 38% das terras de escavação e de 87% da terra vegetal.

Resultados:

Os resultados foram bastante positivos, tanto para a população, como para o Cliente.